O que muda na nova Pirâmide Alimentar?
23 de setembro de 2016
Glúten pode? Nutricionistas são contra retirada da alimentação: “Não é vilão”
16 de Fevereiro de 2017

Alimentos Ricos em Cromo.

alimentos-ricos-em-cromoFique magra e saudável ingerindo alimentos ricos em cromo.

Se você é louca por doces e engorda só de pensar neles, a sua solução pode estar em um mineral chamado cromo. Ele equilibra a insulina, diminuindo a convulsão por açúcares e farinhas refinadas, principais responsáveis pelo acúmulo de gordura no corpo. E como o mineral não é produzido naturalmente pelo organismo humano, é preciso ingeri-lo através de alimentos ricos em cromo. Portanto, saiba tudo sobre ele e descubra onde encontrá-lo.

Benefícios do Cromo
Além de ajudar as pessoas a emagrecerem, o cromo promove inúmeros benefícios à nossa saúde. Como ele ajuda a equilibrar as taxas de insulina, hormônio responsável pela distribuição de açúcar no corpo, previne o aparecimento da diabetes e ainda é um aliado importante na manutenção dos níveis de açúcar para os já diabéticos.
O cromo também contribui para prevenir ou acabar com a síndrome metabólica, que se caracteriza pelo acúmulo de gordura no interior da barriga e na cintura. Outros benefícios para a saúde são: controle da pressão, dos triglicérides e do mau colesterol (HDL). Com isso, problemas cardiovasculares e acidentes vasculares cerebrais podem ser evitados.

Como o Cromo Emagrece
Como o cromo equilibra as taxas de insulina no sangue, previne que os picos de glicose aconteçam, e é nessa condição que sentimos mais fome, principalmente por doces e carboidratos, alimentos responsáveis pelo ganho acelerado de peso.
E os carboidratos refinados, constituídos por pães brancos, doces e massas, são absorvidos rapidamente pelo intestino porque não contêm fibras. Com isso, o estômago manda a informação de que está faminto para o cérebro em períodos de tempo mais curtos. Desse modo, é necessário substituir os alimentos produzidos com farinha branca pelos com a integral.
E o efeito do hormônio insulina, que é o de transportar o açúcar para as células, é potencializado pelo cromo formando moléculas denominadas Fatores de Tolerância à Glicose (FTG). E quando o açúcar não chega às células, o organismo fica sem energia para praticar as suas funções mais básicas e, por isso, sentimos uma fome excessiva.

Quais são os Alimentos Ricos em Cromo
Como escrito acima, nosso organismo não produz o cromo naturalmente após os 6 anos de idade e, portanto, é preciso adquiri-lo através da alimentação. Portanto, os alimentos ricos em cromo são:
• Levedura de cerveja;
• Carne vermelha;
• Pão de trigo integral;
• Trigo integral;
• Pimenta malagueta;
• Pão de centeio;
• Ostra;
• Batata;
• Gérmen de trigo;
• Pimenta verde;
• Maçã;
• Banana;
• Cenoura.

É Possível Potencializar a Absorção do Cromo?
Sim, com a ingestão de alimentos que contenham a vitamina C (limão, laranja, brócolis, acerola, couve-flor) é possível potencializar a absorção do cromo pelo organismo. Entretanto, algumas ações fazem com que esse efeito seja reduzido, mesmo com a ingestão constante de alimentos ricos em cromo. São elas:
• Estresse emocional, que aumenta os níveis do hormônio cortisol, responsável pela eliminação do mineral através da urina;
• Estresse físico causado pela realização de atividades físicas em excesso;
• Ingestão excessiva de açúcar refinado; e
• Ingestão frequente de antiácidos que contenham carbonato de cálcio e hidróxido de magnésio.

Suplementação Alimentar
Há suplementos alimentares com cromo no mercado, mas são necessários somente em casos extremos, ou seja, quando há carência do mineral ou o organismo não o absorve corretamente.
Os mais próximos do cromo original são os denominados picolinatos ministrados em doses de 200 microgramas em pessoas que sofrem de resistência ao cromo ou de intolerância à glicose, que têm a ação da insulina potencializada com esses suplementos.

Fonte: http://www.dicasparaperderpeso.com.br